Relacionamentos
broxei

Broxei: Por quê? O que fazer para não acontecer mais?

Broxei, e agora?

Caro guerreiro, se você está lendo isso e passou pela inusitada (e um tanto constrangedora) broxada recentemente, sinta-se abraçado por nossa equipe de redatores e leitores.

Afinal, só existem dois tipos de homens na Terra: os que já broxaram e os que ainda irão broxar. Ponto final.

É isso mesmo, apesar de 95% dos homens posarem de bons de cama, pesquisas indicam que 1 em cada 3 homens sofre de impotência sexual (OMS), enquanto 1 em cada 3 homens tem ejaculação precoce (Sociedade Brasileira de Urologia).

Se formos contar então aqueles casos pontuais, do adolescente que broxa na primeira vez ou do quarentão que goza antes mesmo da nova namorada tirar a calcinha, esse número certamente chega muito próximo de 100%.

Leia mais: 3 manipulados para turbinar a sua libido

Não tem pra onde fugir: em um assunto tabu como sexo, nossa cabeça está permeada de dúvidas, medo, pressão, ansiedade… Junte todos esses ingredientes e você terá criado uma receita quase infalível para derrubar pintos no mundo inteiro.

A solução, já adiantamos, é ganhar alguma casca e experiência em campo. Antes disso você dificilmente vai se safar de algumas situações constrangedoras.

por que broxei

Por que broxei? Causas

Ao contrário do que muita gente pensa, a broxada não acontece, pelo menos na maioria das vezes, por motivos físicos, mas sim psicológicos.

Não há nada de errado com o seu corpo, como má circulação de sangue ou hipertensão. Quando você broxa, na verdade, é o seu cérebro que está lidando com problemas como:

Medo da ejaculação precoce

É muito difícil segurar o tesão quando tem uma mulher tirando a roupa na sua frente. Ainda mais para homens treinados há tanto tempo com pornografia, ver uma mulher real prestes a dar para você pode te fazer a ir com muita, muuuita sede ao pote.

Não é incomum, por exemplo, que muitos homens ejaculem antes mesmo da mulher tirar a roupa, sem ele sequer ter tirado o garotão da cueca. Outros caras até chegam nas preliminares, mas não conseguem fazer um oral durar muito mais que 10 segundos.

Todo homem sabe que isso pode acontecer e, de antemão, já vai para o sexo um pouco preocupado. Muitas vezes, essa preocupação causa uma desconexão com o momento e o cérebro usa a disfunção erétil como uma defesa para você não correr o risco de gozar rápido demais.

O que ele não entende é que broxar é tão embaraçoso quanto ser apressadinho!

Sobrecarga mental

Os problemas do dia a dia também mexem muito com o nosso psicológico, e podem muito bem respingar na cama.

Contas atrasadas, pressão no trabalho, falta de grana, doenças… Enfim, todo tipo de preocupação pode acabar destruindo seu foco, fazendo com que você se sinta desenergizado, enfraquecido e acabe broxando.

Medo do feminino

Muitos não gostam de admitir, mas o cérebro masculino morre de medo da mulher. É por isso, talvez, que a gente tenha tantos problemas na hora de lidar com uma mulher mais poderosa, rica ou com mais iniciativa que a gente.

Essa relação começa com a nossa mãe. Dependendo de como foi a sua criação, o relacionamento “Homem x Mulher” pode ser tranquilo e natural ou cheio de ansiedade, pânico e busca por aprovação.

Não é incomum que, na hora do sexo, um homem queira provar seu valor. Ele quer mostrar para si mesmo e para a mulher que é pegador, bom de cama e sabe o que está fazendo.

A partir daí, ao invés de relaxar e curtir a transa que está prestes a acontecer, o seu cérebro começa a entrar em uma paranoia de validação, liberando adrenalina e dificultando a chegada do fluxo sanguíneo até o seu companheiro de guerra.

broxei

Como fazer para não acontecer mais?

“Broxei e já identifiquei o motivo, como fazer para evitar uma nova broxada?”

Bom, o primeiro passo é não tornar o problema maior do que ele realmente é. Como já dissemos no início do texto, broxar é normal e acontece com todo homem em algum momento da vida.

É como dizem por aí: só erra o pênalti quem tem coragem de bater.

Seu próximo passo é ser honesto consigo mesmo para identificar o real motivo (ou motivos) que o levou à broxada e trabalhar em cima dele.

Algumas dicas para não broxar mais:

Masturbação pré-sexo

Se você sofre com o receio de gozar rápido demais, uma das dicas mais legais é se masturbar 1 ou 2 horas antes do seu encontro. Isso vai aliviar um pouco o seu nível de tesão naquele dia, fazendo você durar mais na hora do sexo.

Menos preocupações com ejaculação precoce = Menor chance de broxar.

Capriche nas preliminares

Boas preliminares são capazes de mudar uma transa que não vai tão bem. As mulheres adoram um bom oral e, enquanto isso, você tem tempo para baixar a pressão e curtir o tesão de chupar sua garota.

Abra o jogo

Se você estiver indo pra cama com uma mulher e perceber que está sob pressão, uma atitude poderosa seria, simplesmente, abrir o jogo com ela.

As mulheres têm consciência sobre essa questão masculina e uma simples frase em tom de brincadeira poderia tirar toda a tensão do quarto:

“Estou um pouco nervoso, a gente pode relaxar um pouco, beber alguma coisa pra entrar no clima?” (Ter uma saída pós-broxada pode ser fundamental para que você fique confiante novamente).

como não broxar

Já se você sente que o problema é o medo de ejacular muito rápido, algumas saídas são:

“Olha, você é linda e eu fico com muito tesão quando estou com você. Se eu gozar muito rápido, vou te recompensar jajá, na segunda vez”

ou

“Você é linda e eu estou com muito tesão. Vou caprichar no oral pra você não sair perdendo”

Pode ter certeza que as mulheres gostam de te ver abrindo o jogo e mais ainda te ver cheio de tesão por elas. Colocar essas palavras pra fora pode ser libertador.

Leia mais: “50 Perguntas interessantes para a sua conversa”

Faça terapia

Se nenhuma das dicas acima resolveu o seu problema, nossa sugestão é a terapia. Com um bom terapeuta, você vai desmistificar vários tabus e crenças que tem sobre si mesmo.

Isso vai trabalhar sua segurança, autoestima, reduzir os níveis de ansiedade e transformar a forma como você enxerga a vida.

Palavras finais

Broxar nunca é fácil, mas, apesar de parecer, também não é o fim do mundo.

Daqui a alguns anos (talvez meses) você vai estar rindo da situação, de como fez da broxada um problema muito maior do que ela realmente era.

A verdade é que só a experiência nos traz mais calma, autocontrole e jogo de cintura para lidar com esses momentos. A situação costuma nos deixar inseguros e enfraquecidos, mas tente não ser tão duro consigo mesmo. Veja cada experiência como uma chance de melhorar.

Mantenha-se forte,

Equipe Hora Homem

 

 

 

 

 

 

Share this Story
testerodrigo
Load More Related Articles
Load More By Mariano Estrada
Load More In Relacionamentos

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Check Also

Treino de peito: os 7 exercícios mais completos segundo especialistas

Um peitoral desenvolvido não apenas acrescenta um visual ...